O site da Gordura No Figado utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Alerta Gordura No Figado | Whinderssom Nunes

Alerta Gordura No Figado | Whinderssom Nunes

Alerta Gordura No Figado | Whinderssom Nunes

Excesso de gordura no fígado, como de Whindersson Nunes, é muito perigoso. O problema, chamado esteatose hepática, pode até se transformar em câncer.

O site da Revista Encontro divulgou recentemente que o Humorista Whindersson Nunes fez um exame e a doutora disse que ele tinha gordura no fígado que podia evoluir pra um câncer. Ele conta que se assustou e então começou a correr todos os dias nos últimos 43 dias.

Depoimento de Whindersson Nunes sobre a Gordura No Figado

“Cuidem da sua saúde, viu?!” Publicou o humorista e maior youtuber brasileiro Whindersson Nunes, de 23 anos, em sua conta oficial no Instagram. Com quase 30 milhões de fãs no YouTube, ele explicou aos seus seguidores na rede social de imagens que esse problema podia gerar hepatite, cirrose ou mesmo o câncer, caso não fosse alterado o hábito de vida.

“A médica avisou que eu tinha mais gordura do que o normal no fígado”. Ela disse: ‘Olha, você pode ter uma hepatite, pode ter uma cirrose e, do jeito que isso está, pode evoluir para um câncer’. Aí eu fiquei com medo. Para mim, a doença mais desgraçada que existe na terra é o câncer. Eu já perdi pessoas para ele. Minha avó, mãe da minha mãe, morreu de câncer no estômago. E aí, meu amigo, criei vergonha e todo dia estou na academia”, comenta Whindersson em vídeo divulgado no Stories do Instagram.

Estatísticas do IBGE sobre a Gordura No Figado

Segundo o IBGE, a esteatose hepática (excesso de gordura no fígado) é uma das doenças mais frequentes na atualidade. A estimativa é que atinja até 30% da população mundial. “É uma doença silenciosa, é normal o paciente descobrir apenas quando vai fazer exame de sangue ou ultrassonografia para avaliar outros problemas de saúde. Porém, demanda atenção: a gordura no fígado pode evoluir para outras doenças inflamatórias, que aumenta as chances de desenvolver cirrose hepática não alcoólica e até câncer”.

A gordura pode se acumular no fígado em decorrência do excesso de ingestão de álcool ou pelo hábito alimentar inadequado. “Sobrepeso, obesidade, diabetes, síndrome metabólica, perda brusca de peso e sedentarismo são fatores de risco para o aparecimento da gordura no fígado. A prevalência aumenta com a idade, mas também pode acontecer entre crianças e adolescentes. Da mesma forma que pode acometer pessoas magras”.

Curiosamente, o consumo exagerado de açúcar, especialmente por meio de doces, biscoitos industrializados e refrigerantes, é uma das principais causas de acúmulo de gordura no órgão, e isso já foi comprovado por estudos científicos.

Como controlar a Gordura No Figado

Apesar de existirem medicamentos que ajudam a controlar a esteatose hepática, o ideal é seguir a recomendação do Whindersson Nunes e deixar de lado o sedentarismo. “Alimentação [adequada], atividade física, diminuição ou eliminação do consumo de álcool.

O intuito dessas modificações é controlar o risco de DIABETES, HIPERTENSÃO E INFARTO, além da redução do peso. Tudo isso impacta diretamente no nível de gordura no fígado”.

Portanto, um estilo de vida saudável, a prática regular de exercícios físicos e a realização periódica de exames diagnósticos contribuem na prevenção desse problema, que é um dos responsáveis pelo aparecimento do câncer de fígado – em 80% dos casos o tumor é do tipo maligno, intitulado carcinoma hepatocelular ou hepatocarcinoma.

Convido você para seguir o meu CANAL DE VÍDEOS DO YOUTUBE, A MINHA PÁGINA DO FACEBOOK GORDURA NO FÍGADO e fazer parte do nosso Grupo do Facebook TRATAMENTO DA GORDURA NO FÍGADO.

Eu sou Wilson Coimbra, Farmacêutico-Bioquímico responsável pelo blog GorduraNoFigado.com.br e te desejo SAÚDE, SEMPRE!

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE